O Programa "O Homem e a Biosfera" (Man and Biosphere - MaB) criado na década de 70 pela UNESCO (Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura) atribui a determinadas áreas do globo, consideradas de relevante valor ambiental e humano, o título de Reserva da Biosfera. Existem hoje no mundo cerca de 360 Reservas da Biosfera, formando uma grande Rede Internacional. As Reservas da Biosfera objetivam uma correta utilização de seus ambientes naturais e modificados e a busca do Desenvolvimento Sustentável através da gestão participativa, em que pesem a pesquisa cientifica, a conservação da biodiversidade, a promoção social e integração dos diversos agentes atuando em seu espaço.
Com o apoio do Estado e a partir de um histórico movimento da Sociedade Civil, traduzido por 150.000 assinaturas, a UNESCO declarou, no dia 9 de Junho de 1994, a Reserva da Biosfera do Cinturão Verde da Cidade de São Paulo, parte integrante da Reserva da Biosfera da Mata Atlântica.
Formada por 73 municípios onde vive mais de 10% da população brasileira, abriga em seu Cinturão Verde importantes remanescentes de Mata Atlântica como os Parques Estaduais da Cantareira, Alberto Löfgren, Jaraguá, Jurupará e Serra do Mar, a Reserva Estadual do Morro Grande, Itapeti, o Parque Ecológico Estadual de Guarapiranga e as Áreas Tombadas Estaduais da Nascente do Tiête e Serra do Japi. Inclui também a Região Metropolitana de São Paulo com toda a sua problemática e desafio.
A Reserva da Biosfera do Cinturão Verde da Cidade de São Paulo é coordenada pelo Instituto Florestal da Secretaria do Meio Ambiente do Estado de São Paulo. No entanto é um instrumento da sociedade concebida para atuar como um ente articulador na integração das políticas e ações ambientais em sua área de abrangência.
Ao declarar uma Reserva da Biosfera em torno da segunda maior metrópole do planeta, a UNESCO está ciente de que as ações implementadas e experimentadas neste contexto servirão, no futuro, como importantes, no futuro, como importantes referenciais para a gestão social e ambiental de outras cidades semelhantes no planeta.

Fotos e texto: Instituto Florestal SP

Veja as imagens da Reserva
 
O PROGRAMA DE JOVENS
 

O Programa de Jovens, promovido pela Reserva da Biosfera do Cinturão Verde da Cidade de São Paulo, tem por missão investir na formação integral do adolescente através da ecoprofissionalização de estudantes de nível médio, de modo complementar ao ensino formal.

Sua meta de longo prazo consiste em estender a proposta metodológica, já desenvolvida nos municípios da Reserva da Biosfera. O Programa é baseado em cursos semestrais, abrangendo a faixa etária entre 15 e 17 anos, onde o jovem é capacitado e treinado para o Ecomercado de Trabalho. Destacam-se atividades e práticas voltadas para o ecoturismo, produção de mudas para reflorestamento e arborização urbana, reciclagem de resíduos, agricultura orgaânica comunitária, monitoria ambiental e outras modalidades afins.

Ganham com isso, a sociedade, pelo caráter humanista e gerador de renda do Programa, e o meio ambiente, pelo estímulo às ações voltadas à conservação e recuperação do Cinturão Verde de São Paulo.

 

Fotos e texto: Instituto Florestal SP

Copyright © 2004-2014 by Malcolm Forest - Todos os direitos reservados